SINDICATO E SERVIDORES MUNICIPAIS PARALIZAM E FAZEM ATO EM 1º DE DEZEMBRO

SINDICATO E SERVIDORES MUNICIPAIS PARALIZAM E FAZEM ATO EM 1º DE DEZEMBRO
SINDICATO E SERVIDORES MUNICIPAIS PARALIZAM E FAZEM ATO EM 1º DE DEZEMBRO

domingo, 24 de novembro de 2013

SINDICATO, INSTITUIÇÃO DE LUTA COLETIVA OU SOMENTE DA DIRETORIA



Mais uma vez somos induzidos a nos pronunciar diante de velho problemas. O atraso no pagamento dos salários dos Trabalhadores Públicos Municipais.
Esperamos que desta vez possamos CONTAR COM APOIO diferente. Por que diferente? Por que em 2012 quando o STPMO convocou os trabalhadores para LUTAREM POR NOSSOS DIRETOS, O TRABALHADOR NÃO APARCEU, quando o Sindicato convocou o Trabalhador para lutarmos pelo PCCR, O TRABALHADOR NÃO FOI e hoje vivemos as consequências de nossa ausência: Primeiro por que o salário de dezembro não foi pago pelo responsável, o ex-prefeito.
Lembro que no início deste ano o STPMO lutou para que o salário fosse pago e foi por que contou com boa vontade do atual prefeito e a articulação do Sindicato. Essa conta não era de sua gestão e legalmente ele poderia dividi-la em diversas parcelas, isso após ter recorrido até ao supremo. Águas passadas que fazem falta, talvez seja a origem da falta de dinheiro para pagar os salários hoje.  
Ainda assim, algumas pessoas alegam que o sindicato tem postura DIFERENTE, da postura diante da administração passada. Concordo, tem sim. Afinal, aqueles que estavam atentos aos fatos ouviram a fala comum do EX-PREFEITO, “que nunca iria receber os membros do STPMO, na rádio ele falou diversas vezes”. Lembram?
Além do mais, era comum a Diretoria do STPMO encaminhar documentos ao gabinete do EX-PREFEITO e NÃO TINHAMOS RESPOSTA. Por esse desrespeito o Sindicato se pronunciava, e isso contribuiu muito para que o ex-prefeito perdesse a respaldo junto com a comunidade. Vivas ao Sindicato.
Hoje de fato a postura do Sindicato é diferente, pois nós agendamos reuniões com o Prefeito Atual e ele nos atente, o próprio Prefeito nos convocou para explicar sobre os Distratos que aconteceram.
E é realmente diferente a relação, pois todos os dias o Secretário de Finanças Recebe nossa presença em seu gabinete ou uma ligação para tratarmos do pagamento do funcionalismo. Então, as pessoas sábias compreendem que realmente a relação mudou. Pois antes éramos marginalizados e hoje somos respeitados.
Claro que diante dessa situação de ATRAZO DO PAGAMENTO, estamos em constante contato com o governo, inclusive queremos que o governo possa explicar a situação para todos nos veículos de comunicação.
E além das conversas ainda documentamos nossas ações que servem para nos respaldar diante de todos e diante da justiça.
E como é comum nas relações entre Governo e Sindicatos, antes que se possa deliberar sobre formas mais incisivas de AÇÃO SINDICAL, todas as possibilidades de resolução das desavenças devem ser sanadas. Lembram da Ação recente contra o SINTEPP, que mesmo tendo negociado de todas as formas com o Governo do Estado em outros momentos, ainda assim, a GREVE foi considerada ilegal e o SINTEPP estava condenado a pagar multas e os servidores em greve estavam fadados a terem descontados os dias parados. Por isso, entendemos que não podemos executar uma ação sequer sem que estejamos respaldados, pois não queremos que este Sindicato, O STPMO e o TRABALHADOR sejam penalizados.  
Entendemos que o atraso não deve acontecer, mas, é o servidor quem dá respaldo a um Sindicato para representá-lo. NÃO EXISTE SINDICATO SEM MEMBROS, NÃO EXISTE LUTA SEM PARTICIPANTES E NÃO EXISTE CONQUISTA SEM LUTA.


Márcio Rubens da Silva Gomes
                                                                Presidente do STPMO

domingo, 18 de agosto de 2013

Sindicato Mantém Articulações e Discutiu assuntos com Prefeito em 09 agosto de 2013



A diretoria do SINDICATO DOS TRABALHADORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE ÓBIDOS, mantendo a meta de garantir os direitos do Funcionalismo esteve em reunião com o Prefeito Municipal, em seu gabinete, na sexta feira, dia 09 de agosto de 2013 a partir das 15h e tratou sobre assuntos de interesse de todos os servidores, veja a pauta de reivindicações e a Ata da Reunião....





sexta-feira, 16 de agosto de 2013

quinta-feira, 13 de junho de 2013

SINDICATO IRÁ REDISCUTIR PROPOSTA DE PCCR EM ÓBIDOS

Servidores públicos municipais, participem das Assembleias de categoria. Assim estaremos garantindo em Lei nossos direitos.
Verifique o Edital e veja qual a data de sua Assembleia.
A Diretoria do STPMO
 

quarta-feira, 22 de maio de 2013

DIRETORIA DO STPMO INVESTE EM LAZER PARA FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS




A diretoria do STPMO em mais uma de suas ações e no intuito de favorecer a prática do Lazer aos membros sindicalizados passou há vários meses a fazer investimentos neste segmento para tornar útil a área interna do sindicato.
Para você ter ideia do projeto, no terreno ao lado que é nosso, mas esteve tomado de mato há muitos anos, foram realizadas a construção do muro da frente, calçada interna e externa e muro dos fundos e deu-se ainda a criação das ARENAS CERCADAS E COM REFLETORES PARA FUTEBOL DE AREIA E PARA VOLEYBOL. O que permite inclusive o uso desses espaços durante o período da noite, como forma de permitir acesso aos servidores que estão ocupados durante o dia.
NA ÁREA MAIS INTERNA FOI REALIZADA A REFORMA DA COZINHA, BANHEIROS, FOSSA E INSTALAÇÃO ELÉTRICA E HIDRÁULICA, BEM COMO A REFORMA DO SISTEMA DE ESGOTO que estava completamente destruído.
Essas ações visaram aproveitar os espaços ociosos para a prática esportiva, e por conta disso contamos com bolas para futebol e voleibol, rede de Vôlei, adquirimos um bilhar novo e mesa de ping-pong para os servidores e seus filhos que gostam dessas atividades, desde que se adequem às regras de uso dos equipamentos e do espaço do local.
você que ainda não tinha conhecimento desses fatos, que não tem onde se distrair ou praticar um esporte, venha, visite seu sindicato e conheça tudo o que está disponível para você.

A DIRETORIA

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Mensagem do dia do Trabalhador



 A Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de Óbidos, vem neste dia lembrar-se dos trabalhadores que lutaram pela redução da jornada de trabalho de 13h para 8h em 1886, foram esses que tiveram coragem de enfrentar patrões pela defesa de seus direitos, pelo fim da exploração, fim do abuso de autoridade e pela redução da exploração.
Vale lembrar que o tempo passou, mas ainda temos que lutar muito para remodelar todo o sistema trabalhista a fim de que possamos ter o ambiente de trabalho mais humanizado e com salários dignos. Esta Diretoria segue em frente para chegar a esse objetivo, mas pra isso conta com o apoio e participação de cada trabalhador, do Trabalhador da Saúde, da Educação e da Administração Direta.
Que cada um de nós trabalhadores possamos fazer a reflexão sobre este dia como um dia que só é lembrado por que é consagrado como dia de LUTA. Por isso lembremos da:
Oração do Trabalhador


Jesus, divino trabalhador e amigo dos trabalhadores volvei Vosso olhar benigno para o mundo do trabalho. Nós Vos apresentamos as necessidades dos que trabalham intelectual, moral ou materialmente. Bem sabeis como são duros os nossos dias cheios de canseira, sofrimento e insídia. Vede as nossas penas físicas, morais e repeti aquele brado de Vosso coração: "Tenho dó deste povo". Dai-nos a sabedoria, a virtude e o amor que Vos alentou nas Vossas laboriosas jornadas, inspirai-nos pensamentos de fé, de paz e moderação, de economia, a fim de procurarmos, com o pão de cada dia, os bens espirituais, para transformarmos a face da terra, completando assim a obra da criação que Vós iniciastes. E que Vossa luz nos ilumine a nós na busca de melhores leis sociais e ilumine os legisladores a estabelecer uma sociedade de justiça e amor. Amém!



Márcio Rubens da Silva Gomes
                                                             Presidente do STPMO

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Diretoria do STPMO luta para garantir os direitos do Servidor Público Municipal há quase 3 anos.



 Situado à Travessa Paulo Matos, Nº 203, no bairro de Santa Terezinha, o Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de Óbidos, mudou a forma de se fazer movimento sindical no município uma vez que desde que assumimos a Diretoria temos trabalhado no sentido de desenvolver políticas de cunho coletivo que favoreçam ao funcionalismo público, implementamos uma luta árdua para que os direitos fundamentais do servidor fossem assegurados desde a gestão do Ex-Prefeito municipal Jaime Silva, este que sempre teve uma política clara de arrocho salarial, desrespeito ao funcionalismo incluindo o nivelamento salarial com base na formação escolar, pois diante daquele governo o servidor com escolaridade de ensino fundamental, médio e superior passaram a receber salário mínimo no início da carreira, o que prova o desrespeito e desvalorização àqueles que sonharam em estudar para ter situação financeira e vida melhor. Inclusive essa visão de gestão foi tão nociva que ouve-se alunos dizerem hoje: “para que estudar se recebo o mesmo salário de quem possui nível superior”. Triste não é?
Além disso, a falta de reposição das perdas salariais de anos de inflação, a falta de aumento de salário de anos de atraso, às pressões dentro do serviço público, a falta de transparência na sua gestão e principalmente a descarada articulação para não aprovar o PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) que foi discutido e criado com representantes de cada categoria de Servidores Públicos Municipais, Assessoria Jurídica e os membros da Diretoria do Sindicato nos mostram que a batalha foi dura ao longo de quase 3 anos de nossa gestão, principalmente por que o servidor público sentindo-se receoso de represálias muitas vezes não deu apoio ao seu sindicato e isso foi sentido na luta ou na falta de luta.
Mas o tempo passou hoje a diretoria do STPMO, está em nova etapa de negociação, pois com a mudança de prefeito estamos negociando uma série de projetos para a construção de leis que assegurem os direitos e os salários do funcionalismo público.
Hoje temos criação da mesa permanente de negociação que visa discutir assuntos de interesse geral para o município, bem como estamos fechando a criação do grupo de trabalho que irá rediscutir nossa proposta de PCCR e que deve contar com representantes do Governo, do Funcionalismo, Assessoria Jurídica e do Sindicato para que possamos atualizar nossa proposta e para que nossos direitos possam estar resguardados, o que poderá corrigir décadas de equívocos, reposições salariais e direitos. Assim, nossa perspectiva é que este ano tenhamos a aprovação do novo PCCR o que será uma de nossas maiores conquistas, para isso contamos com a participação do funcionário público, pois são eles que sentem na pele e sabem quais são as maiores e reais necessidades de sua categoria.

A DIRETORIA


Venha conversar conosco, Sindicalize-se!!!



VAMOS FAZER VALER NOSSOS DIREITOS E NÃO DEIXEMOS AQUELES EQUIVOCOS DE OUTRO TEMPO RECAIREM SOBRE NÓS.