SINDICATO E SERVIDORES MUNICIPAIS PARALIZAM E FAZEM ATO EM 1º DE DEZEMBRO

SINDICATO E SERVIDORES MUNICIPAIS PARALIZAM E FAZEM ATO EM 1º DE DEZEMBRO
SINDICATO E SERVIDORES MUNICIPAIS PARALIZAM E FAZEM ATO EM 1º DE DEZEMBRO

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Prefeito de Óbidos não inclui PCCR na LOA 2012.

-->
No dia 27 de novembro de 2011 estiveram na rádio comunitária Santana, às 14:30h os senhores Márcio Rubens, Derinaldo Biá, Elizeth Garcia. Presidente, Vice-presidente e Secretária do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de Óbidos, em que se posicionaram indignados e foram externar esse sentimento a todos os trabalhadores públicos e à população em geral, que no mês de julho de 2011, foi realizada Audiência Pública no Salão Paroquial, onde foram debatidos os aspectos da Lei de Diretrizes Orçamentárias, que alí ficou definido e posteriormente aprovado pelo Prefeito municipal a inclusão do PCCR na LDO (Lei de diretrizes Orçamentárias).
Que uma vez mais os servidores Públicos foram traídos pelo prefeito, uma vez que novamente o PCCR não consta na proposta da LOA (Lei Orçamentária Anual) para o xercício 2012. E que como a Audiencia Pública definiu, em parte, em que deveriam ser aplicados os recursos Públicos, como obras de infra estrutura em vicinais, ruas, saúde, educação e reposição salarial dos servidores públicos que há 15 anos estão sem reajuste, onde no texto da audiencia ficou definido o Executivo fizesse o repasse das perdas em parcelas durante 10 (dez anos).
Mas, percebemos mais uma vez que o Prefeito atual é inimigo do trabalhador e do Povo de Óbidos, uma vez que o mesmo ignorou as definições da Assembleía, mesmo porque havia representantes dos três poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e o Povo, inclusive com a participação do Sindicato e que mesmo aprovado por todos, nada foi cumprido.
Que a diretoria do Sindicato, citou que há muito solicita documentos da prefeitura e não há resposta, que solicita prestação de contas e não há resposta, e que o desrespeito à LDO eram motivos suficientes para o Pedido de Impeachment do atual prefeito de Óbidos, basta apenas os vereadores entrarem com o processo. Vamos ver quem é a favor dos Trabalhadores e do Povo de Óbidos.
Que para piorar a situação, quase 15% do Orçamento para o Exercício 2012, estão previstos para a contratação de servidores temporários, ou seja, mais de 9 milhões de reais, deverão ser utilizados para contratar, em ano eleitoral, muitos temporários. E o prefeito tem coragem de dizer que o municipio não tem recursos para fazer a reposição salarial dos trabalhadores, e muito menos dar aumento salarial.
Isso serve bem para que cada um de nós obidenses e servidores públicos possamos ter a exata definição de que esse Político nos quer miseráveis e dependentes, sem perspectivas de vida economicamente sólida, que ele não é do Povo, não faz pelo Povo e nem para o Povo, e que em 2012, ainda vai querer eleger um sucessor. Fiquemos atentos.

Já está na hora dos Servidores Públicos municipais se unirem e fazerem GREVE.

ABAIXO O ARROCHO SALARIAL, A OPRESSÃO, O ABUSO DE PODER E O DESRESPEITO AO TRABALHADOR.

A Diretoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia as regras:
Todos os comentários são de responsabilidades exclusiva dos seus autores, porém somente serão publicados aqueles que respeitam as regras abaixo.

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção Open ID;

OBS: comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.